Somos movidos pela satisfação de orientar os clientes na evolução digital, com segurança jurídica e serviços especializados

Telefone +55 (24) 2245-7364

Rua do Imperador, 288/1002
Centro, Petrópolis - RJ

escritorio@svalaw.com.br

Top
m

SV/A - Souza Vasconcellos Advogados

Quando se trata de opções alternativas de investimento, os NFTs (também chamados de tokens não fungíveis) são uma das opções mais incomuns por aí. Um NFT é um ativo digital de algum tipo que faz parte do blockchain Ethereum. Quando você investe em um NFT, pode estar comprando uma obra de arte digital, os direitos de um tweet ou logotipo, ou até mesmo um personagem que você pode usar para jogar para ganhar .

Embora investir em algo digital possa parecer estranho, as NFTs estão atualmente em uma trajetória selvagem parecida com a de um foguete. Por exemplo, a CNBC informou que um investidor pagou US$ 1,3 milhão por uma imagem digital de uma rocha em agosto. Além disso, grandes marcas estão entrando no jogo, com empresas como Taco Bell, Pizza Hut e Pringles lançando seus próprios NFTs. Até a Visa comprou um NFT por US$ 150.000 este ano , e a Adidas desembolsou outros US$ 156.000 por uma obra de arte digital.

Por que todas essas empresas estão gastando milhões comprando “ativos” digitais que ninguém jamais tocará ou sentirá? 

De acordo com o advogado Tal Lifshitz, responsável pelo grupo de estudos de de criptomoedas, ativos digitais e blockchain; sócio do escritório de advocacia  Kozyak Tropin & Throckmorton (KTT) , com sede em Miami, é fácil ver por que as grandes marcas estão gastando muito dinheiro em NFTs.

“Está na moda, é divertido e é uma tecnologia de ponta que realmente tem o potencial de redefinir a maneira como essas marcas fazem negócios e se envolvem com seus consumidores”, diz ele.

A realidade é que o aumento da adoção tende a ganhar vida própria, e os NFTs estão atualmente nos estágios iniciais de se tornarem uma parte importante de nossas vidas.

“A adoção aumentada significa valor e utilidade exponencialmente maiores”, disse Lifshitz. “Se você é a única pessoa que possui um telefone celular, é inútil. Se duas pessoas possuem telefones celulares, há algum valor. Se bilhões de pessoas têm telefones celulares, você precisa de um telefone celular. Esse é o impacto do aumento da adoção. Esse é o futuro potencial dos NFTs.”

As empresas estão procurando maneiras de faturar mais.

Lydia Hylton, investidora da Redpoint Ventures , também aponta que as empresas são, em última análise, impulsionadas pelo potencial de ganhos, e as NFTs são um novo fluxo de receita e uma ferramenta de engajamento para as marcas. 

“Marcas exclusivas como Louis Vuitton prosperam na escassez e estão explorando NFTs da marca LV para o metaverso”, diz Hylton. “As marcas também estão constantemente procurando maneiras de aumentar o envolvimento com os clientes.”

Em última análise, os NFTs podem ser usados ​​para recompensar e incentivar os consumidores por meio de brindes inovadores, acesso exclusivo e muito mais.

As empresas seguem as tendências

As empresas estão embarcando com base no simples fato de que as pessoas estão passando mais de suas vidas em mundos virtuais.

Quando os clientes gravitavam em direção aos shoppings, as marcas o seguiam. Quando os clientes gravitavam em direção ao comércio eletrônico, as marcas o seguiam, e quando os clientes estão gravitando em direção à Web 3.0, as marcas nativas digitais estão seguindo, dando ainda mais legitimidade às NFTs.

Então podemos afirmar que o metaverso é o futuro?

De modo geral, as grandes marcas estão gastando dinheiro em NFTs porque o mundo digital é o futuro.

Já temos uma grande quantidade de pessoas que passam várias horas em mundos virtuais diariamente e esses números continuarão aumentando. Em última análise, é por isso que as marcas veem os benefícios do marketing no metaverso e já estão por lá. 

Muitos artistas populares estão realizando shows no Metaverso, como Justin Bieber, Travis Scott, The Weeknd e Ariana Grande. 

O que precisamos saber sobre NFTs?

Enquanto as grandes marcas estão gastando milhões em ativos digitais, há muitas razões para os novos investidores abordarem as NFTs com cautela. Para começar, o aspecto virtual das NFTs significa que esta indústria está pronta para fraudes. Por exemplo, não é incomum que NFTs falsas sejam comercializadas para investidores desavisados.

É importante ter certeza de que a pessoa que vende o token realmente possui os direitos sobre o token que está sendo vendido.

Os problemas de propriedade intelectual associados às NFTs estão sendo resolvidos enquanto você lê esse todos, mas todos estes problemas se resumem a um só – um vendedor não pode vender algo que não possui.

Antes de comprar qualquer NFT, pesquise o ativo e certifique-se de que a pessoa/marca não está enganando você ou vendendo ativos que não são dela. Muitas plataformas ainda não têm os melhores métodos de verificação ativos, então sempre há um risco envolvido.

Existem inúmeras comunidades NFT surgindo e é importante se você possui interesse, mergulhar nesse mundo e fazer muitas perguntas. No final das contas, fazer perguntas e conversar com outros investidores é a melhor maneira de aprender.

Fernando Henrique Ferreira de Souza é advogado no SV/A – Souza Vasconcellos Advogados, DPO e entusiasta de inovações no mundo do Direito e dos Negócios.

Fazer um comentário